• A-
    A+
  • Português
  • Українською
80 anos do Holodomor (genocídio pela fome) na Ucrânia nos anos 1932-1933
24 novembro 2013 19:05

No início da década de 1930, a Ucrânia era considerada o celeiro da Europa, na qual o regime comunista de Stalin cometeu um ato terrível de genocídio contra milhões de ucranianos. Milhares de pessoas, na maioria agricultores e crianças foram condenadas a fome, uma das formas mais cruéis de tortura, levando a morte.

O governo impôs quotas de grãos exorbitantes a serem entregues e em alguns casos, confiscando as reservas até a última semente.

Os territórios da Ucrânia e da região de Kuban, onde a população predominante foi ucraniana, foram isolados por unidades armadas para impedir as pessoas de saírem em busca de alimentos nas regiões vizinhas, onde os produtos foram disponíveis. O resultado era o genocídio, conhecido como o Holodomor – uma palavra que resulta da expressão ucraniana (moryty golodom), que significa "matar pela fome".

A fome atingiu o seu pico no inverno - primavera de 1933, quando 25 mil pessoas morriam a cada dia. Como o resultado do Holodomor, 20% a 25% da população de Ucrânia foi exterminada.

Outro resultado terrível do Holodomor foi um índice extremamente elevado de mortalidade infantil. Tentando salvar seus filhos, os camponeses atravessaram as fronteiras vigiadas por tropas de NKVD (a Agência de polícia secreta soviética), abandonando seus filhos em áreas urbanas, que foram menos afetados pela fome.

No final da primavera de 1933, mais de 300 mil crianças de rua foram registradas sozinhas na região de Kyiv, e pelo fato de que orfanatos e abrigos para crianças já estavam superlotados, a maioria dessas crianças morreram nas ruas de fome e doenças. Em setembro de 1933, foi registrado nas escolas a falta de dois terços dos alunos ucranianos.

O genocídio pela fome tinha como alvo principal os camponeses ucranianos, que lutavam pela independência do Estado. Os camponeses eram portadores das mais antigas tradições e valores nacionais, que corriam contra a ideologia comunista. Stalin enfatizou esse ponto quando declarou, "o camponês constitui o principal exército de movimento nacional, não existe um movimento nacional poderoso sem o exército camponês".

O Holodomor não foi causado por seca ou má colheita. A safra foi suficiente – o governo soviético estava exportando grandes quantidades de grãos e outros produtos agrícolas. A URSS exportou 1,6 milhões de toneladas de grãos em 1932 e 2,1 milhões de toneladas em 1933.

De fato, quase todos os ucranianos famintos poderiam ter sido salvos com a reserva de grãos estratégica da URSS, que continha pelo menos 1,5 milhões de toneladas. Um milhão de toneladas de grãos seria suficiente para alimentar cinco ou seis milhões de pessoas durante um ano.

Outdated Browser
Для комфортної роботи в Мережі потрібен сучасний браузер. Тут можна знайти останні версії.
Outdated Browser
Цей сайт призначений для комп'ютерів, але
ви можете вільно користуватися ним.
67.15%
людей використовує
цей браузер
Google Chrome
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux
9.6%
людей використовує
цей браузер
Mozilla Firefox
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux
4.5%
людей використовує
цей браузер
Microsoft Edge
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
3.15%
людей використовує
цей браузер
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux