"За мир в Україні" - стаття Посла України в Бразилії Ростислава Троненка у впливовому бразильському виданні O GLOBO (мовою оригіналу)
Опубліковано 12 вересня 2014 року о 00:00

Pela paz na Ucrânia

A parte ucraniana está cumprindo os acordos

 

A agressão da Rússia complicou a situação de segurança no leste da Ucrânia, onde os aspectos humanitários são os mais preocupantes. Com o objetivo imediato de pôr fim ao derramamento de sangue e criar condições para resolução pacífica da situação em Donbass, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ordenou o cessar-fogo com base no protocolo do Grupo de Contato Trilateral, assinado em Minsk, em 5 de setembro.

A Rússia cometeu uma invasão aberta na parte continental da Ucrânia, violando o direito internacional e a sua própria Constituição. Suas tropas regulares ocuparam cidades e aldeias ucranianas, fazendo moradores de reféns.

Os numerosos casos de intolerância contra os ucranianos, repressão e detenção dos ativistas pelos serviços especiais russos complicam a situação humanitária nas áreas ocupadas. Segundo o Centro de Coordenação Interministerial, o número de cidadãos da Ucrânia deslocados de Donbass, da Crimeia e da cidade de Sebastopol para outras regiões da Ucrânia supera 216 mil pessoas, incluindo mais de 70.200 crianças, e 27.400 idosos e pessoas com deficiência. Aproveitando a situação difícil em Donbass, a Rússia está tentando aplicar o estatuto de refugiados ao maior número possível dos cidadãos da Ucrânia. Nos postos de cruzamento de fronteira não controlados pela Ucrância, em vez de cartão de migração, eles entregam aos ucranianos um documento com obrigação de obter o estatuto de refugiado. Depois disso, eles são enviados para regiões depressivas da Federação Russa, entre elas a Sibéria.

A parte ucraniana está e estará cumprindo os acordos, pois aspira a restaurar a paz, a estabilidade e a ordem em Donbass. No entanto, existem dúvidas sobre a sinceridade da Rússia e de terroristas pró-russos, considerando os fatos evidentes dos ataques e bombardeios cometidos por terroristas e militares contra soldados e civis ucranianos. Além disso, há provocações e tentativas de acusar o Governo ucraniano de violação da trégua. Sendo assim, é importante que o mundo continue a pressão sobre a Rússia, inclusive por meio das sanções, que devem ser acompanhadas com os critérios práticos para não imposição das novas restrições ou cancelamento das anteriores. Entre esses critérios devem estar a retirada das tropas russas e mercenários do território da Ucrânia, a suspensão de fornecimento de equipamento militar aos terroristas, o cumprimento do cessar-fogo pela Rússia, o controle internacional eficaz sobre a fronteira russo-ucraniana e o não uso de armas e a restauração pela Ucrânia do controle sobre todo o território, incluindo a Crimeia.

Hoje a Ucrânia é um reduto, onde os ucranianos levantaram-se para proteger não só a sua terra, mas também os valores europeus, a segurança e o bem-estar do país e de todo o continente. Apelamos à União Europeia e a seus estados-membros, aos nossos parceiros estratégicos para demostrarem solidariedade real conosco, prestando apoio prático, incluindo assistência técnico-militar, e impondo à Rússia sanções de qualidade e profundidade que ajudem a Ucrânia a resistir a essa agressão tão injusta.

Rostyslav Tronenko é embaixador da Ucrânia no Brasil



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/opiniao/pela-paz-na-ucrania-13908974#ixzz3D8504wGP 
© 1996 - 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

O Globo, Посол України Ростислав Троненко

Outdated Browser
Для комфортної роботи в Мережі потрібен сучасний браузер. Тут можна знайти останні версії.
Outdated Browser
Цей сайт призначений для комп'ютерів, але
ви можете вільно користуватися ним.
67.15%
людей використовує
цей браузер
Google Chrome
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux
9.6%
людей використовує
цей браузер
Mozilla Firefox
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux
4.5%
людей використовує
цей браузер
Microsoft Edge
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
3.15%
людей використовує
цей браузер
Доступно для
  • Windows
  • Mac OS
  • Linux